15 de mai de 2011

Criança



Que mente tão insana e qual devaneio tão sombrio
Iria recusar a força de um amor tão gentil?
Qual estrela fria, qual brisa nebulosa
Deixaria de notar o corpo divino que se estende nesse lençol celestial?

Debruçada sobre as estrelas mais brilhantes
Uma criança se enche de riso
De felicidade em poeira estelar

Brincando entre os dedos do vento
Ela se infla da mais doce alegria
E expira de satisfação
Sentindo os olhos coçarem de sono

Ficando tonta pela canção de ninar da negra noite
Suavemente é balançada pelas ondas do céu
As nuvens que lhe cobrem de carinho e aconchego
Fazem do alto céu noturno o seu ninho de conforto e paz

11 comentários:

Moleza disse...

cianças tão inocentes as vezes sinto falta de quando tinha a minha infância

the company of rock disse...

Muito bom este texto.
Voce soube definir o que é criança.



http://slayerbrasil.blogspot.com/2011/05/whiplash-entrevista-kerry-king-por.html#comments

PriMartins disse...

Ai que saudade da minha infaaaancia! *-* Lindo texto, lindo blog! Parabéns, estou seguindo. Me segue tambem ? http://priscillaamartins.blogspot.com/ Beijos, e sucesso!

OzMose - TClassic disse...

Obrigado por comentar no nosso Blog.

Nós fazemos humo com tudo e as pessoas, claro, não são obrigadas a gostar de todas as piadas.

Mas agradecemos o comentário educado.

Sucesso. Seu Blog está muito bom!

TClassic
www.ozmosecerebral.com.br

ricardo disse...

Bonito o texto é tao bom conviver com criança.
Abraço
http://uaimeu10.blogspot.com/

OzMose - TClassic disse...

Pra falar a verdade eu deixei de ser sentimental tem algum tempo... Hehehe

Mas teu blog tá muito bom!

TClassic
www.ozmosecerebral.com.br

Gi Zamai disse...

todas as crianças do mundo deveriam ser tratadas como este doce poema...Maravilhoso!
Aguardo sua visita em meu cantinho, abraços
gizamai.blogspot.com

Neusa Maria de Azevedo disse...

Que poema lindo! Que retrato maravilhoso da infância. Amei. Parabéns.

Convido você a visitar meu blog.
Google: poemas de neusa azevedo

luizsimbolista disse...

Interessante a expressividade lírica e imagens ou figuras no paisagismo do poema, o que o torna "mágico", muito boa poesia,

um cordial abraço.

AMAR É VIDA disse...

Minha Belinha, visitei seu blog, cada vez mais vc. me surpreende e me encanta. Parabens

AMAR É VIDA disse...

Minha Belinha, visitei seu blog, cada vez mais vc. me surpreende e me encanta. Parabens